Artigo

As Cores e como Elas nos Influenciam Diretamente

Você já parou pra pensar o quanto as cores nos influenciam? Eu sou apaixonada por cores, e busco trazê-las intensamente para a minha vida. Já percebi que quando estou triste, ou passando por momentos difíceis, uso apenas cores escuras. É tão automático que levou um tempo para eu perceber essa tendência.

As cores conseguem transmitir várias mensagens para nós, interferir no nosso humor, na nossa rotina, no nosso desempenho e elas mostram claramente tudo sobre a nossa personalidade!

Eu passei por uma experiência de auto conhecimento profunda graças ao curso Organização Emocional da Pati Penna. Um belo dia comecei a me sentir muito incomodada com a minha casa. Minha rotina não estava fluindo, não conseguia organizar meus pensamentos, colocar em prática tudo que eu precisava fazer. Aquilo foi virando um nó no meu estômago. Até que em uma tarde de trabalho no computador me deparei com a página do curso de Organização Emocional da Pati. Acho que de tanto eu pedir, o universo me mandou a solução.

Me inscrevi e comecei a colocar em prática tudo que a Pati ensina. O que mais me chamou a atenção em todo o processo, é que eu me dei conta que a minha casa estava completamente fora de sintonia com o meu eu. Eu amo cores, e minha casa estava toda marrom. Eu amo plantas, e não tinha nenhum vasinho sequer dentro de casa. Eu faço peças lindas e coloridas de patchwork para casa, e não tinha nenhuma peça minha decorando a minha casa. Como assim????? Foi chocante ver a realidade que eu me encontrava, mas mais prazeroso ainda foi mudar essa realidade e sentir a mudança intensa que esse processo causou.

Assim que comecei a organizar as coisas, colocar minha casa a minha cara, a energia do ambiente mudou. As plantas, as cores, fizeram uma diferença enorme. Consegui ser organizada, ter um planejamento e cumprir com o planejado. Hoje as coisas fluem naturalmente e eu sou mais feliz.

Letícia Britto, psicóloga e autora da marca Bordando no Divã

Pra falar um pouquinho sobre esse assunto, eu convidei a Letícia Britto, uma amiga querida, psicóloga que tem a gentileza como seu lema de vida. Ela adora receber pessoas e criar presentes originais e afetivos. Por isto aprendeu a bordar e recentemente criou a marca e o espaço Bordando no Divã onde oferece oficinas motivacionais de bordado.

Nessa entrevista, Letícia compartilha com a gente um pouco do seu conhecimento e experiência e ainda abriu sua casa para mostrar cantinhos especiais.

Priscila: Como as cores influenciam nosso humor? Como a psicologia enxerga as cores? Elas têm papel fundamental no processo de auto conhecimento?

Letícia: Ainda não há nenhuma comprovação científica sobre a real influência das cores no humor das pessoas.  Por isto, o uso das cores nas terapias é considerado como um tratamento alternativo. Entretanto, as cores podem ser fatores de estímulo externo muito poderosos. Percebe-se por exemplo que quando as pessoas estão mais deprimidas tendem a usar cores mais sóbrias. O Verão já inspira o uso de cores mais claras.   Cores mais intensas geralmente inspiram as pessoas a sentimentos de mais energia, por exemplo.  Enfim, o que sabemos na prática é que as cores nos influenciam muito mais do que podemos imaginar.

Priscila: As cores podem trazer lembranças de sentimentos bons ou ruins, como alegria, angústia, medo, nostalgia?

Letícia: Nossos sentimentos são carregados de memórias afetivas. Como não lembrar da cor do alpendre da casa da vovó? Ou do piso de cimento vermelho da cozinha da nossa infância? Do azul acinzentado das tardes de São Paulo? As cores podem nos remeter a lembranças das mais variadas e provocar sentimentos tanto positivos como também muito nostálgicos!

Priscila: Como podemos usar as cores a nosso favor, em nossa casa, para despertar apenas sentimentos bons?

Letícia: É bom lembrar que o “humor” de uma casa depende de vários fatores como as características pessoais dos moradores, interesses, etc. Como as cores são altamente inspiradoras, podemos lançar mão do colorido de uma parede por exemplo, para criar um canto mais vibrante na casa. Ou criar um espaço mais alegre usando objetos de uma cor preferida. As possibilidades são inúmeras. A dica é usar a criatividade e se deixar inspirar pela infinidade de cores a nossa disposição!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Priscila: O quanto a decoração de uma casa (as cores, texturas e objetos utilizados na decoração) pode revelar sobre o nosso eu interior?

Letícia: Geralmente deixamos nosso toque pessoal em nossas casas. As pessoas costumam até dizer “sua casa é sua cara”!  Isto porque vamos deixando nossos ambientes parecidos com nosso jeito de ser.  Pessoas que são mais sociáveis geralmente investem mais nos espaços de recepção e cozinha, por exemplo. Outros já investem mais no escritório ou dormitórios. Pessoas mais práticas geralmente gostam de poucos móveis e ambientes com menos enfeites. Enfim, cada espaço de uma casa geralmente é repleto de conotações afetivas.

Priscila: Uma casa que não está em sintonia com a nossa personalidade, pode afetar o nosso desempenho, nossa rotina?

Letícia: Geralmente a casa e seu jardim refletem muito sobre o humor dos seus moradores. Isto porque ambos requerem cuidados constantes e uma boa dose de paciência e dedicação. Um guarda roupa entulhado ou uma casa muito bagunçada podem estimular na pessoa sentimentos de angústia e ansiedade. Prova disto é que, após um boa faxina, as pessoas sentem-se muito mais aliviadas, renovadas e motivadas a manterem novos hábitos de vida!

Priscila: Como você utiliza as cores na decoração da sua casa?

Letícia: Eu geralmente prefiro apostar nos tons mais clássicos e que facilitam a combinação com os demais objetos. Como gosto de usar arranjos e demais enfeites, uso cores que permitem mudanças com mais praticidade.

Priscila: O que você acha da decoração criativa na decoração da casa?

Letícia: As pessoas hoje estão altamente criativas. Muitas entrando na onda do DIY- ‘faça você mesmo”- , vão dando um toque bem original aos ambientes. Essas práticas favorecem sentimentos de segurança e autoconfiança, como também, deixam os ambientes mais aconchegantes. Acredito que dar espaço para criatividade é um item fundamental para nosso bem estar e qualidade de vida!

Muitas dicas para colocar em prática e deixar a sua casa em harmonia e a sua cara! Se você quiser conhecer mais o trabalho da Letícia no Bordando no Divã, clique aqui.

Para conhecer o curso Organização Emocional da Pati Penna, clique aqui.

                

Você também vai gostar

%d blogueiros gostam disto: