De Onde Surgiu a Minha Paixão pelo Patchwork e Quilting

A minha paixão pelo patchwork e quilting nasceu bem lá atrás, quando eu ainda nem sabia que esse universo lindo existia!

Eu estava em um momento tranquilo da minha vida, morando em Uberaba – MG, tentando achar meu rumo nessa vida artesanal! Apesar da tranquilidade, sempre fui muito ansiosa, e sempre batalhei contra esse sentimento que me incomoda um tanto. No clima dessa batalha contra a ansiedade, decidi aprender tricô e crochê!

Como minha mãe tricota e crocheta super bem, eu pedi pra ela me ensinar (isso depois de anos que ela tentou me ensinar e eu nunca tive paciência!). A primeira reação dela foi justamente me lembrar que ela já tinha tentado me ensinar várias vezes e eu nunca tive paciência. Mas aí, implorei, implorei e expliquei que dessa vez eu estava determinada a aprender, porque queria aprender a ter mais paciência e a dominar a ansiedade!

Convencida, ela me ensinou os pontos básicos e eu comecei a praticar insistentemente. Como estava empolgada com esse processo de aprendizagem, comecei a pesquisar coisas sobre o assunto. E nessa época, eu tinha acabado de conhecer o tão amado Pinterest!

Me joguei no Pinterest! Passava horas pesquisando, me inspirando, e foi aí que eu dei de cara com o patchwork! Achei aquilo incrível, lindo! Comecei a pesquisar mais a fundo sobre o patchwork, e comecei a aprender seguindo tutoriais na internet, youtubers. Fiz meus primeiros projetos, e amei a experiência!

Como uma boa autodidata, estudei muito, fui atrás de muito conhecimento para me aprofundar no patchwork. Pratiquei, errei, acertei, inventei, copiei, me inspirei. Passei por todos os processos básicos do processo de aprendizagem de um autodidata. Mas aí, me deparei com o quilting!

O quilting é uma outra técnica, que anda juntinho com o patchwork. É aquela costura livre, desenhada que fazemos no final do trabalho de patchwork,  pra deixar a peça ainda mais linda! Tentei aprender sozinha, mas encarei o fato que o quilting era uma técnica que exigia um curso presencial! E aí comecei a pesquisar sobre o assunto, as melhores quilters no Brasil, e conheci o trabalho da Silvana Vituriano, minha mestra!

Foi amor à primeira vista! Sua técnica, perfeição, jeito de ensinar (por enquanto conhecia apenas pelos vídeos no Youtube!). Fiquei super empolgada pra fazer o curso com ela. Mas ela mora em São Leopoldo, RS, longe pra caramba, e eu estava com o meu primeiro filho bebê! Confesso que dei uma desanimada, deixei a ideia em stand by. E por não saber quiltar, eu desanimei do patchwork (porque eu realmente acho que um trabalho em patchwork sem o quilting não é a mesma coisa. O patchwork implora pelo quilting, não vive sem ele! kkkk).

Com isso, foquei no crochê e no tricô e comecei os trabalhos do ateliê fazendo peças com essas duas técnicas. Mas aí, um dia, eis que vejo no Facebook uma postagem falando de um curso da Silvana, que iria acontecer em Ponta Grossa, PR. Gente, é coisa do universo! Porque a pessoa que estava divulgando o curso dela, eu não conhecia, não era amiga no face, e não tínhamos nenhum amigo em comum! Não sei como essa postagem caiu no meu feed, só sei que eu organizei tudo e #partiupontagrossa!

 

Foram dias incríveis aprendendo com a Silvana, conhecendo mais pessoas da área! Voltei super animada e botei a mão na massa! Pratiquei muito, muito, muito, até meu quilting ficar mais bonitinho, a ponto de poder quiltar uma peça pra vender. Até hoje digo que pratico o quilting, porque ele é uma prática constante. Quanto mais você quilta, melhor vai ficando seu trabalho!

 

 

Esse curso foi em 2014, e de lá até hoje, a minha paixão pelo patchwork só aumentou, e continua aumentando! Já fiz vários cursos, com diversos profissionais de patchwork, e continuo fazendo! Acho que com cada mestre  que passa em nossa caminhada, aprendemos uma coisa nova. Gosto muito de aprender, e sempre acredito que tem um pouco mais para aprender sempre! Nunca podemos achar que sabemos tudo, que dominamos tudo, com esse pensamento fechamos a porta para uma nova oportunidade na vida!

Ah! E olha como a vida é mesmo maravilhosa! Em Ponta Grossa, conheci a Andreia Mansani! Fera no patchwork e no quilting, ela tem um um ateliê, o Costuradeira, que dá aulas de patchwork. Esse ano, entrei para o programa Decola Lab da Espaçonave. Gente, tem mais de 500 alunos nessa turma de 2017, e adivinhem quem eu vejo no meio dessas 500 pessoas??? A Andreia!!! Fiquei tão feliz!! Depois de alguns anos apenas falando pelo Face, e muito pouco, eu a encontro em um programa que eu nunca imaginava que iria encontrar alguém conhecido!

A vida é mesmo um mistério e maravilhosa!

 

   

2 Comentários

Comments are closed.